Tags

, , , ,

No final de semana, além de descansar e curtir, eu adoro ler livros e revistas de vários estilos; mas claro que as de moda acabo sempre lendo mais, pois é o meu ofício, rs.

Neste fim de semana eu li uma matéria na revista Glamour que achei no mínimo curiosa. Você já ouviu falar de FOMO? Isso mesmo, não escrevi errado, é com o no final mesmo.  A sigla em inglês para “Fear Of Missing Out”, ou em tradução livre, medo de estar perdendo alguma coisa. Nesta era de redes sociais, e principalmente Facebook e Instagram, este tipo de síndrome pode se agravar ainda mais, já que as pessoas passam horas olhando o feed das redes sociais.  FOMO significa ter o desejo de permanecer conectado com o que os outros estão fazendo; e talvez pesando “queria estar ali agora”,  “queria ter este corpo”, “queria ter o namorado dela”...e por aí vai. Isso as vezes é involuntário, é a famosa mania de nos compararmos com ou outros, ou mesmo aquela sensação de que a “grama do vizinho é mais verde” sabe?!

Segundo o pesquisador inglês, Andrew Przybylski, cientista social da Universidade de Oxford e líder de um grupo de pesquisas sobre este assunto; “o desejo de estar sempre conectado surge por um sentimento de apreensão e uma contante preocupação de que os outros estejam vivenciando experiências mais gratificantes que as nossas.”

O cientista afirma que 70% da humanidade sobre desta síndrome, que é caracterizada por três sintomas:

1° – Ser incapaz de se desconectar 

2° – Sentir-se muito incomodado por não saber o que os outros estão fazendo 

 3° – Ficar deprimido por não participar de algo que considera muito bacana 

A síndrome não é considerada doença desde que moderada. Porém muitas pessoas sofrem com isso, se sentem tristes e angustiadas. E muitas vezes, estes casos mais graves, acontecem com pessoas que sofrem de algum tipo vazio ou insegurança.

Hoje vivemos num mundo meio “ilusório”,  onde o que espionamos parece ser sempre um mundo perfeito. E neste “mundo perfeito”, as pessoas estão sempre bem: seja malhando, comendo bem, em lugares paradisíacos, super apaixonadas, comprando coisas (ou ganhando coisas, rs), enfim, coisas maravilhosas que talvez você  não tenha ou não esteja vivenciando algo semelhante no momento. Isso seria bom se pensássemos que tudo isso nos impulsionaria a querer o mesmo para nós. Porém, segundo estudo, todas essas maravilhas só fazem com que as pessoas fiquem ainda mais inseguras e “travadas”, querendo apenas olhar de fora, como se fossem telespectadores de filmes que elas nunca irão protagonizar.

Todos nós temos um pouquinho de “Fomo”, porém, faça o teste. Se você não vive sem o facebook ou instagram, se deixa de sair ou trabalhar direito para se conectar e “vigiar” a vida alheia, tome cuidado. Tente pelo menos nos fins de semana desconectar, desligue o celular e viva sua vida de verdade, afinal, faz de conta não existe. Seja feliz! 🙂 🙂

 

Anúncios