Tags

, , , ,

O segundo dia do SPFW foi tão badalado quanto o primeiro. Diversas marcas conceituadas apresentaram suas coleções.

Confiram:

O estilista João Pimenta trouxe referências do homem malandro da década de 1930 e propôs uma guarda-roupa masculino à la dândi. Nos materiais, aparecem a lã, o veludo, couro e sarja, com listras. O shape é mais estruturado e as calças aparecem mais curtas. A coleção define um homem moderno, elegante e nada tradicional.

João Pimenta

João Pimenta

 Samuel Cirnansck, conhecido por utilizar tecidos nobres em suas peças, desta vez optou pela poliamida (náilon). Mas a sofisticação de suas peças com adornos e brilhos continuou presente e sua coleção foi muito elogiada.

Samuel Cirnansck

Samuel Cirnansck

O estilista Lino Villaventura mostrou uma coleção de peças de festa, só a make que me remeteu ao Halloween, será que foi intencional? rs.  Nos materiais, ucetim, jacquard, organza, tafetá e tule deram vida a modelos curtos e longos. Na cartela de cores, tons sóbrios, tendo o preto como cor predominante.

Lino Villaventura

Lino Villaventura

Raquel Davidowicz, da UMA, apresentou uma coleção bem comercial e casual.  Peças atemporais em cores como o preto, branco, cru, cinza, laranja e marrom.

Uma Raquel Davidowicz
Uma Raquel Davidowicz

E para finalizar, a Colcci, que teve como styling, o famoso Daniel Ueda, trouxe à tona um inverno bem militar – tendência hit da próxima temporada. Azul-marinho, vinho, cinza, verde e preto apareceram em peças bem modernas para os homens e femininas para as mulheres.

Colcci

Colcci

Anúncios